Digital clock

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

O Brasil está pronto para a 'DESINDUSTRIALIZAÇÃO?

Economistas debatem se Brasil está pronto para 'desindustrialização'

Até o início dos anos 1990, a Avenida Industrial, em Santo André (ABC Paulista), tinha, como o nome sugere, fábricas de todos os tamanhos ao longo de sua extensão.

Atualmente, o quadro mudou por completo, e de industrial a avenida só guarda o nome. Hoje, o que domina a paisagem é um grande shopping center cercado de condomínios residenciais.

O processo de desindustrialização ocorrido no ABC Paulista nos anos 1990 é uma realidade que ninguém discute, mas economistas ouvidos pela BBC Brasil têm diferentes visões sobre o fenômeno em escala nacional: tanto se ele está efetivamente ocorrendo como se o país está preparado para ele.

Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) mostram que a participação da indústria no Produto Interno Bruto (PIB) caiu de um pico de 40,9% em 1980 para 27,5% em 2010, enquanto o setor de serviços cresceu de 49% para 67%.

O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Alessandro Teixeira, diz que o governo não vê problemas nos números. "Não há desindustrialização porque a indústria brasileira continua forte e se desenvolvendo. O que ocorreu foi um aumento no peso relativo dos serviços o que é normal quando a economia amadurece", diz.
'Classe média instruída'

Foi aparentemente o que aconteceu no caso do ABC Paulista. Quando as indústrias começaram a deixar a região (procurando incentivos fiscais e mão de obra mais barata em outras partes do país), as previsões eram de catástrofe.

Muita gente imaginava que o ABC iria à falência com a retração do setor automobilístico, como aconteceu em Detroit, nos Estados Unidos, a antiga capital mundial do automóvel, que quebrou nos anos 1980 com a concorrência asiática.

Mas, no fim das contas, os setores de comércio e de serviços conseguiram manter a região não apenas funcionando, mas com PIB e renda crescentes.

"O ABC se adaptou bem porque a indústria criou aqui uma classe média bem instruída e preparada para o desenvolvimento", diz o superintendente do Grand Plaza Shopping, na Avenida Industrial, Henrique Carvalho.

No entanto, economistas como Andre Nassif – professor da Universidade Federal Fluminense (UFF) e também funcionário do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) – temem que o Brasil ainda não esteja pronto para essa transformação em escala nacional.

"Os países que foram bem-sucedidos nesse movimento da indústria para os serviços já tinham renda mais alta. O Brasil passa por um processo de desindustrialização precoce", diz o economista. "Isso é um problema sério porque a indústria é o setor mais dinâmico da economia."

Mas o economista da Universidade de São Paulo, Carlos Eduardo Gonçalves, discorda da noção de que uma indústria forte seja uma condição essencial para o desenvolvimento sustentado e de longo prazo.

"Não há nenhum evidência empírica que prove que um país com vocação para a produção de commodities e recursos naturais não possa se desenvolver com base nisso. A questão é como o desenvolvimento vai ser gerido e não o que vai sustentá-lo", opina o economista.

"A Noruega, por exemplo, é uma país que baseou muito bem seu desenvolvimento no petróleo."
Despreparo

Mas, entre os empresários industriais, o tom é de muita reclamação, principalmente, em setores que sentiram com mais força o impacto da abertura da economia nos anos 1990.

"Na década perdida (os anos 1980, quando a economia brasileira ficou praticamente estagnada), o setor de commodities ganhou espaço porque tinha eficiência, e a indústria sobreviveu porque tinha proteção do Estado", diz a professora da Escola Paulista de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Laura Barbosa. "Quando veio a abertura econômica dos anos 1990, a indústria não estava preparada."

O setor de autopeças foi um dos mais impactados pela abertura da economia e até hoje não se recuperou. Embora o setor automobilístico bata recordes de produção e vendas em plena crise internacional, produtores de peças e componentes sofrem com capacidade ociosa.

"Na verdade, você tem recorde de vendas na ponta do consumidor final, mas a participação da indústria está cada vez menor e é isso que resulta nessa desindustrialização", diz o diretor do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) em Santo André e dono da Metalmech componentes automotivos, Emanuel Teixeira.

O empresário fica aflito em ver uma capacidade ociosa superior a 30% em sua própria fábrica de componentes, enquanto as montadoras vão muito bem em grande parte por conta de redução de impostos.

"Nós não conseguimos competir com os importados e um dos principais motivos para isso é a alta carga tributária. Hoje se eu produzo, perco dinheiro."

Paulo Cabral
Da BBC Brasil em São Paulo
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/09/120927_desindustrializacao_jf.shtml

SORRIA! Você está sendo desrespeitado...!


Sob a justificativa da segurança – interna e externa – plantamos câmeras em qualquer lugar, rifando nossa liberdade individual.

Equipamentos que, no final das contas, acabam sendo usados para tantas outras finalidades que a razão inicial de termos os colocado acaba esquecida.

A paranoia da segurança vai eleger prefeitos que apresentam discursos que beiram o fascismo em todo o país. Muitos deles prometeram a instalação de câmeras em todos os cantos. Outros, que buscam a reeleição, propagandeiam aos quatro ventos que colocaram esses aparelhinhos, tidos como panaceia para os problemas da urbe. Podem até ser úteis em determinados casos, mas geram uma falsa sensação de segurança em outros.

Sorria! Não porque você está sendo gravado. Mas pelo fato de que, assim como a ignorância, a autoenganação também é um lugar quentinho.

Os repórteres Fábio Takahashi e Bruno Benevides, da Folha de S. Paulo, trouxeram a notícia de que 107 alunos do Colégio Rio Branco, um dos mais tradicionais de São Paulo, foram suspensos por um dia por protestar contra a instalação de câmeras de segurança nas salas de aula. Segundo a direção da escola, o objetivo seria aumentar a segurança (?) e melhorar a disciplina (!). Os estudantes, que alegam não ter sido avisados, ficaram sentados no pátio até que houvesse uma manifestação da diretoria – o que não houve.

Para quem pensava que os direitos civil e políticos estariam assegurados neste início de século, garantindo tempo para que nos dedicássemos aos direitos econômicos, sociais, culturais e ambientais, enganou-se. Se não é o Estado causando problemas, são instituições que assumem o seu papel. O direito à privacidade, desde que ela não agrida aos direitos e liberdades de terceiros, deveria ser garantido. Mas, em nome dessa paranoia por segurança (que não brota do nada, mas é decorrência da própria incompetência do poder público aliada a interesses econômicos) e, o pior, em nome da disciplina, enterramos isso.

Disciplina vigiada eletronicamente… Qual exemplo passamos com isso? Que soluções arbitrárias, que ignoram direitos, são viáveis em nome de um valor supostamente maior?

Dada a quantidade de pais que, por serem moídos diariamente no trabalho, não conseguem fazer parte da vida de seus filhos, é natural que essa medida tenha recebido apoio. Se transmitissem pela internet, para todo mundo checar do local de trabalho, imagino que haveria pessoas que comprariam o pacote.

E não me admiraria se me dissessem que os mesmos pais instalam softwares de rastreamento nos celulares dos filhos sem a anuência dos mesmos ou colham fios de cabelo para realizar exames da presença de psicoativos sem, ao menos, tentar uma conversa mais longa com eles.

"Ah, mas crianças e jovens não têm que reclamar, pois não sabem o que é melhor para eles. Têm que aceitar e ponto." E, pelo jeito, nem os pais sabem. O fato é que, nós adultos, somos crianças crescidas, com mais medo que eles.

Colocar câmeras pode parecer mais fácil. Mas isso encerra toda a possibilidade de diálogo sobre direitos e deveres. Enquanto estou sendo vigiado, irei agir como a sociedade espera de mim. E quando não houver câmeras? Ignoro tudo e todos? Que espírito democrático é esse que estamos fomentando?

Este não é o único colégio que optou por essa saída. Meus alunos me contaram, nesta quarta, que outras escolas adotam o mesmo expediente, ou seja, está longe de ser uma discussão localizada. Dentre eles, alguém que era estudante do colégio comentou que, ao final o curso, há os que tentam tocar o terror na escola. Pergunta: isso é consequência da falta de vigilância?

Os alunos do Rio Branco deram um exemplo de civilidade muito maior ao fazer um protesto pacífico do que a diretoria da escola, que não os teria convidado para discutir o assunto. Torço para que outros protestos semelhantes pipoquem em escolas que prefiram o porrete ao diálogo.

por Leonardo Sakamoto
http://envolverde.com.br/educacao/artigo-educacao/sorria-voce-esta-sendo-desrespeitado-em-sala-de-aula/

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Cometa poderá brilhar tanto quanto a Lua Cheia em 2013


Os astrônomos russos Vitali Nevski e Artyom Novichonok descobriram um cometa que passará próximo à Terra em 2013 e pode ser um dos mais brilhantes já observados - possivelmente 1 mil vezes mais brilhante que Vênus e quase tanto quando a Lua Cheia. As informações são do site da TV CBC.


Os russos encontraram o objeto, que está antes da órbita de Júpiter, na semana passada. No final de novembro do ano que vem ele passará a cerca de 1,1 milhão de km da superfície visível do Sol, o que pode significar o fim para o cometa. Os astrônomos acreditam que ele será facilmente visto durante meses no hemisfério norte, enquanto se aproxima da nossa estrela. Na parte debaixo do Equador, a visão fica mais complicada - somente parte da cauda poderá ser vista em algumas regiões.

Malcolm Hartley, do Observatório Astronômico do Austrália, conta ao site que não dá para ter certeza de como vai ser o cometa. "Pode ser deslumbrante ou um completo fiasco, esse é o problema em cometas como este."

Se sobreviver à passagem pelo Sol, o objeto deve chegar a 60 milhões de km da Terra em 26 de dezembro de 2013. Acredita-se que ele se originou na Nuvem de Oort e Hartley afirma que existe uma pequena possibilidade de ele já ter passado por aqui antes. "Teve um grande cometa em 1680 com uma órbita muito similar a este."

Fonte: Notícias Terra

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

TECNOLOGIA - Levar o programa, e não a TV


TV de bolso virtual leva o programa, e não a TV

Pesquisadores de Cingapura inventaram uma forma que permite que você leve seu programa de TV consigo - sem precisar levar o aparelho de TV junto.

Imagine que você esteja assistindo um programa na TV, mas precisa sair.

É possível deixar o aparelho gravando, mas isso vai exigir tempo extra para assisti-lo quando você voltar. Um tempo que pode estar disponível agora, enquanto você se desloca para a escola ou para o trabalho, no ônibus ou no banco do carona.

Com a TV de bolso virtual, tudo o que você terá que fazer será "puxar" o programa da TV para o seu tablet, notebook ou smartphone, e continuar assistindo normalmente, sem qualquer interrupção.

Você também poderá assistir o programa de TV ou filme, de forma sincronizada com sua família ou amigos, não importando em que parte do mundo cada um de vocês estiver.

E não apenas isso, mas poderá também discutir o programa, pelo meio que preferir, seja vídeo, chat de voz ou de texto.

Mobilidade extrema

A primeira demonstração dessa TV "pegue e leve" foi feita pela equipe do professor Wen Yonggang, da Universidade Tecnológica de Nanyang.

Não se trata de um conceito futurístico: o pesquisador afirma que já foi procurado por "gigantes de telecomunicações" interessados em usar a tecnologia em suas redes de TV a cabo.

A tecnologia de interação humano-computador permite que o programa - seja ele transmitido pela TV comum ou por um canal de TV pela internet - seja transferido de forma imediata entre aparelhos fixos e móveis.

Você pode "pegar" o programa que estiver assistindo na casa de um amigo, assisti-lo enquanto vai para casa e, ao chegar lá, simplesmente "despejá-lo" de volta na sua TV, e continuar assistindo normalmente, sem qualquer interrupção.

TV social

Essa migração entre redes, que permitirá a transição de um aparelho para outro, será possível graças àquilo que os pesquisadores chamam de "nuvem de TV social".

O sistema usa uma nuvem para o processamento e a distribuição dos vídeos, o que permite que ele seja baixado pelo aparelho que for mais conveniente em cada momento.

O software da TV social avisa a nuvem da mudança de IP do receptor e também permite que os usuários compartilhem seus próprios conteúdos - vídeos online e programas de TV - através de redes sociais como o Facebook e Twitter.

"Com o aumento dos vídeos online e dos aparelhos de multimídia pessoais, perdemos a experiência de assistir programas de TV juntos, como uma família ou como uma atividade social com os amigos. Eu espero que, com a minha invenção, as pessoas possam agora voltar a se reconectar uns com os outros socialmente usando os vídeos," disse Wen.

Segundo ele, a tecnologia poderá estar disponível para o público dentro de dois anos.

Fonte: Redação do Site Inovação Tecnológica



COMPUTADORES FOTÔNICOS


Interligação de chips por luz pronta para a indústria

O fio fotônico flexível adapta-se à diferença de posicionamento entre os dois chips. [Imagem: N. Lindenmann and G. Balthasar]



Alinhamento óptico
Interligar processadores e outros chips por meio de luz é um objetivo longamente perseguido pela indústria.

Mesmo que os processadores fotônicos ainda demorem um pouco, apenas a ligação chip-a-chip já seria suficiente para economizar energia e diminuir o calor dos data-centers.

O grande problema é que, para fazer uma conexão óptica, o emissor e o receptor devem estar perfeitamente alinhados.

Isto exige que os dois chips sejam eles próprios previamente alinhados, para que o guia de ondas que os unirá consiga transferir as informações.

Em laboratório isso é fácil, mas é quase impossível repetir o feito em escala industrial, além do que o projeto das placas de circuito impresso muda constantemente.

Escrevendo com laser
Nicole Lindenmann e seus colegas do Instituto de Tecnologia Karlsruhe, na Alemanha, resolveram o problema.

Sua técnica, que é adequada para a indústria porque dispensa o alinhamento dos chips, alcançou taxas de transmissão de dados de vários terabits por segundo.

Os chips a serem interligados são inicialmente colocados na placa, como acontece hoje, sem qualquer preocupação com o alinhamento.

A seguir, os pesquisadores construíram uma "ponte" entre os dois usando um material óptico à base de plástico, cuja flexibilidade adapta-se perfeitamente a qualquer deslocamento entre os dois chips.

Finalmente, para estabelecer a interconexão, eles transformaram a ponte polimérica em um guia de ondas, usando uma uma técnica chamada polimerização de dois fótons - um laser de pulsos "escreve" a estrutura do guia de ondas diretamente no polímero.

Fio fotônico
O protótipo do fio fotônico alcançou uma largura de banda para a transmissão de dados de 5 terabits por segundo, com nível de perda muito baixa e usando os comprimentos de onda já usuais das telecomunicações.

Segundo os pesquisadores, a tecnologia está pronta para uso industrial, e apenas aguarda contato dos interessados.

Fonte: Redação do Site Inovação Tecnológica

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Aumentos desiguais nos níveis dos oceanos - MAPA


Imagens de satélite revelam aumentos desiguais nos níveis dos oceanos

Uma reavaliação de imagens feitas por satélites dos últimos 18 anos forneceu uma visão nova e mais detalhada das mudanças no nível do mar em todo o mundo.

Um novo estudo, que se vale de informações levantadas a partir de imagens registradas por diferentes sondas espaciais, afirma que os níveis dos mares no planeta estão subindo apenas uma média de 3 milímetros por ano.

Mas essa reavaliação oculta algumas grandes diferenças regionais - tanto para cima quanto para baixo.

O Mar das Filipinas, por exemplo, sofreu um aumento médio que ultrapassa 10 milímetros por ano. Em parte, isso reflete grandes oscilações nos ventos e na temperatura do Oceano Pacífico.

O estudo integra a Iniciativa de Mudanças Climáticas (CCI, na sigla em inglês), aprovada pelo Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla original) durante sua reunião ministerial de 2008.

Razões das variações
''O mapa de tendências é uma forma de olhar para as mudanças que ocorreram nos últimos 20 anos. Os lugares em que você observa tendências de alta provavelmente não terão novas tendências de alta nos próximos 20 anos'', afirma Steve Nerem, da Universidade do Colorado, dos Estados Unidos.

''Muitas destas variações por décadas tendem a se tornar mais estáveis se analisadas por períodos mais longos. É por isso que precisamos de mais missões para compreender o porquê de tais variações'', acrescenta.

Paolo Cipolini, do Centro Nacional de Oceanografia da Grã-Bretanha, afirma também que ''muitas das características vistas no mapa de tendências indicam mudanças no armazenamento de calor e correspondem, no longo prazo, às variações nas correntes do oceano".

A pesquisa deverá ajudar cientistas a compreender a escala de diferentes fatores no aumento do nível do mar a longo prazo e as mudanças anuais e interanuais que podem ocorrer.

Atualmente, acredita-se que os principais causadores do aumento do nível dos mares sejam a absorção de mais calor pelos oceanos e as águas geradas pelo derretimento de geleiras e de camadas de gelo.

Medições
Os pontos essenciais são identificar até que ponto a elevação do nível do mar estaria ficando mais rápida e colocar de lado as oscilações de longo prazo no comportamento dos oceanos, que podem contribuir para distorções nas leituras dos níveis marítimos.

A mensuração da superfície oceânica por satélites é algo relativamente novo. As observações de rotina tiveram início com a espaçonave europeia ERS-1, em 1991. A referência no setor atualmente é o Jason/Poseidon, resultado de uma cooperação entre os Estados Unidos e a Europa.


Agora em sua terceira versão, o satélite Jason circula o globo estabelecendo um mapa topográfico de 95% dos oceanos terrestres a cada dez dias.

Para realizar isso, ele usa um radar altimétrico que constantemente mede pulsações de micro-ondas a partir da superfície do mar. Ao determinar o quanto o sinal demora para fazer a viagem de volta, o instrumento pode determinar a altura da superfície marítima.

Mas para que se tenha um retrato mais completo, é preciso relacionar os dados fornecidos pelo Jason com os de satélites que observam partes do mundo que acabam não sendo registradas de outras formas.

Outra importante ferramenta introduzida recentemente é o satélite gravitacional - especificamente as duas espaçonaves USGrace. Elas são capazes de medir a quantidade de gelo na Antártida e na Groenlândia e a quantidade de água armazenada nos continentes. E são capazes de oferecer novos dados a respeito do derretimento nos polos e o impacto das mudanças na precipitação que podem mover grandes quantidade de águas as águas para a terra.

Fonte: Repórter de Ciência da BBC News

Cometa recém-descoberto poderá ser visível até durante o dia

Nem bem as notícias sobre a descoberta de um novo cometa começaram a circular, astrônomos e astrofotógrafos de todo o mundo já começaram a se mobilizar. E não é para menos. De acordo com as observações iniciais o novo objeto tem potencial suficiente para ser um dos cometas mais brilhantes de todos os tempos.


Batizado como C/2012 S1 (ISON) o novo cometa foi inicialmente observado pelos observatórios de Monte Lemmon e Panstarrs, nos EUA, entre 28 de dezembro de 2011 e 28 de janeiro de 2012, e teve sua órbita calculada com precisão a partir de observações feitas pelo astrônomo russo Artyom Novichonok e pelo seu colega Vitali Nevski, da Bielorússia, a quem cabem os créditos pela descoberta.

Para calcular a órbita do novo cometa, a dupla de astrônomos utilizou imagens registradas pelo telescópio robótico de 400 milímetros pertencente à rede ISON (International Scientific Optical Network) instalado próximo à cidade de Kislovodsk, na Rússia.


C/2012 S1 (ISON) é um cometa não-periódico (o "C" inicial de seu nome indica isso). Isso significa que é um objeto que foi visto apenas uma vez, com órbita quase parabólica e perído de retorno ao Sistema Solar de milhares de anos, caso retorne.

Muito brilhante

As primeiras estimativas mostram que o cometa atingirá o periélio ao final de novembro de 2013, quando se aproximará a apenas 1.8 milhões de km do Sol (0.012 UA). Após isso, C/2012 S1 (ISON) se aproximará da Terra até chegar a 60 milhões de km de distância.

De acordo com cálculos orbitais atuais, a magnitude do cometa deverá se tornar negativa a partir de novembro de 2013 e até mesmo atingir valores próximos ou inferiores à magnitude do planeta Vênus, tornando um dos cometas mais brilhantes dos últimos tempos.

Imagens feitas pela equipe de astrônomos do Observatório Remanazacco, na Itália, através de telescópio robótico instalado no Novo México mostram um pequeno objeto bastante difuso, com uma coma de cerca de 5 segundos de arco.

Baseados em dados observacionais, Giovanni Sostero, Ernesto Guido, Nick Howes e Luca Donato estimaram que a magnitude do cometa possa chegar a valores inferiores a -7, concordando com modelos do MPC (Minnor Planet Center) que projetam magnitudes próximas a -15. Esses valores são tão brilhantes que se forem confirmados pode indicar um cometa visível até mesmo durante o dia, mas ainda é cedo para tanta comemoração.

Fonte: Apolo11

Fotos: No topo, imagem feita pelos astrônomos do Observatório Remanazacco mostram um objeto ainda difuso, com magnitude estimada em 18 e coma de 5 segundos de arco. Na sequência, imagem animada mostra o movimento de C/2012 S1 (ISON) entre as estrelas da constelação de Câncer. 

TV por assinatura chapa branca pode estar chegando

Se a Unotel conseguir fechar todos os nós necessários para a sua tv por assinatura marca branca, em março de 2013 você poderá receber oferta de diversas operadoras de tv por assinatura diferentes.

A idéia é relativamente simples, a Unotel entra com a tecnologia e negocia os canais para a montagem dos pacotes de tv paga a serem oferecidos e os parceiros interessados em oferecer tv por assinatura com a sua marca trabalham em sua região com uma marca própria.

A tecnologia a ser usada será através de fibra ótica e DTH (tv via satélite).

Os parceiros que aderirem à idéia da Unotel também poderão acrescentar canais aos pacotes se negociarem estes canais por fora, diretamente com as distribuidoras.

Será que idéia vinga?

Read more: http://gps.pezquiza.com/operadoras-2/tv-por-assinatura-chapa-branca-pode-estar-chegando/#ixzz27TZobIH9

ALERTA - Golpe na assinatura de TV PAGA

Este artigo é para servir como alerta a todos os amigos que desejam assinar uma tv paga para que não caiam em golpes aplicados no mercado.

Meus amigos, é natural que atualmente todos queiram ter uma tv por assinatura em casa já que a programação oferecida pela tv aberta não está agradando tanto quanto agradava antigamente.

No entanto, ao escolher fazer a sua assinatura leve em consideração que você poderá cair em algum golpe se não tomar o devido cuidado, e o modo de trabalhar da operadora ainda reforça o cliente de boa fé a ser lesado.

Isto por que as operadoras tem a péssima mania de só tratarem com seus clientes através do telefone, o que acaba deixando a todos vulneráveis ao golpe que vem sendo aplicado já a alguns meses, o golpe da assinatura de tv por telefone.

Como vocês podem imaginar o modo de aplicar o golpe é muito simples, os bandidos produzem uma página na internet com endereço parecido com o da operadora e com layout também parecido com o layout oficial da operadora e deixam um telefone de contato, muitas vezes eles até compram espaço publicitário em sites e plataformas de publicidade da internet para lhes dar mais credibilidade.
O site oferece ofertas e valores que nem a operadora tem em seu site, tudo no intuito de pegar o “cliente”.

Uma das operadoras que mais tem sido vítima dos meliantes é a Claro TV, e quem paga o pato é o futuro cliente, que acaba lesado e com raiva da operadora.

Isto por que ele de boa fé pega o número de telefone no tal site, liga para o local que ele imagina seja um local oficial de venda da Claro TV ou outra operadora de tv por assinatura, e acaba envolvido pela conversa do golpista.

E nem precisa o golpista conversar demais, já que toda a confiança já foi criada pelo site acessado pela vítima.

Aí acontece o que ninguém deve fazer ao escolher assinar uma tv por assinatura ou mesmo qualquer outro serviço, o cliente passa todos os seus dados por telefone achando que vai ter a Claro TV em sua residência, sem saber que na realidade está dando condições para que a quadrilha use seus dados para comprar produtos da operadora e até mesmo de outros comerciantes.

Quando a pessoa descobre além de não ter a tv por assinatura instalada na sua residência ainda acaba com o nome sujo na Claro TV ou outras operadoras ou até mesmo devendo produtos que custam muito caro sem ter comprado nada.

Atenção, para não cair neste tipo de golpe nunca passe seus dados via internet, quer assinar uma tv por assinatura como a Claro TV ou outra? Vá até um quiosque da empresa em algum grande shopping da sua cidade ou até em uma loja de instalação de antena que tenha um quiosque oficial da operadora.

Compartilhem este artigo do GPS.Pezquiza.com com seus amigos e familiares já que mensalmente dezenas de milhares de assinaturas de tv paga no Brasil estão sendo feitas, imaginem quanta gente não está caíndo neste golpe da assinatura da Claro TV ou outras operadoras?

Read more: http://gps.pezquiza.com/operadoras-2/claro-tv-operadoras-2/clarotv-golpe-da-assinatura-continua-a-ser-aplicado-cuidado/#ixzz27TXTrREn

NOVIDADE: Youtube Rentals

Já pensou em produzir conteúdo para o Youtube e poder colocar o vídeo para quem quiser alugar?

Pois é isto o que oferece o serviço Youtube Rentals, uma nova forma de alugar vídeos disponibilizada pelo site mais popular de vídeos online na internet.

Anteriormente disponível apenas nos Estados Unidos, o Youtube resolveu flexibilizar um pouco o Youtube Rentals e abriu a plataforma para procurar parceiros aqui no Brasil.

Não, ainda não é possível usar o Youtube Rentals para assistir a vídeos pagos aqui no Brasil, mas é possível que você se inscreva como um parceiro de conteúdos, ou seja, você poderá produzir seus próprios vídeos que, se aprovados pelo Youtube poderão ser locados para usuários que estão nos Estados Unidos.

Quanto eles pagarão para assistir aos seus vídeos?
A partir de US$ 0,99.
Desde que o conteúdo seja original e seu, você pode se habilitar para o Youtube Rentals.

E aí? Ficou interessado? Então clique aqui e saiba mais diretamente no site do Youtube.

Fonte: http://gps.pezquiza.com/tecnologia/youtube-agora-e-possivel-alugar-videos-atraves-do-youtube-rentals/#ixzz27TTCkdxD

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Baixe a versão BETA do Windows 8


Windows 8, Baixe a versão de testes do novo sistema operacional da Microsoft


A principal produtora de sistemas operacionais do mundo, a Microsoft, disponibilizou para os consumidores uma versão de testes do seu mais novo sistema operacional, Windows 8, que ainda não foi lançado comercialmente.

A versão é somente para os consumidores conhecerem o Windows 8 e não deve servir para substituir completamente o seu atual sistema operacional, e muito menos poderá ser usado em empresas e máquinas de trabalho sob o risco de algum bug neste beta do Windows 8 provocar perda de trabalhos.

Mas a versão de testes do Windows 8 é uma boa pedida para ser instalada em uma segunda partição do seu computador ou numa máquina virtual, para matar a curiosidade sobre o Windows 8, que deverá ter 9 versão diferentes quando for lançado no mercado.

O link para baixar a versão de testes é http://windows.microsoft.com/en-US/windows-8/download em formato iso http://windows.microsoft.com/en-US/windows-8/download em formato iso.

Escolha a versão em inglês e instale somente se tiver certeza do que está fazendo, o instalar formata o seu disco rígido e limpa todos os seus dados.

Fonte: http://gps.pezquiza.com/tecnologia/windows-8-baixe-a-versao-de-testes-do-novo-sistema-operacional-da-microsoft/#ixzz27OZY0n9v

PhotoShop CS6 - Mude o lugar de objetos em suas fotos

Ferramenta do novo Photoshop CS6 é capaz de mudar lugar de objetos nas fotos, fantástico!

Depois de anunciar e demonstrar uma nota ferramente que torna nítida as fotos que ficaram desfocadas aos serem tiradas, a Adobe mostrou mais uma ferramanta surpreendente em seu Photoshop CS6.

Trata-se de um plugin capaz de mover objetos de um lado para outro em uma foto, simplesmente analizando a foto e consertando os lugares que são movidos na foto automaticamente.
A ferramenta é realmente incrível, confira no vídeo abaixo.


Fonte: GPS Pezquiza

DICA - Aprenda Fazer Manutenção de seu computador e evite que estranhos roubem suas informações

Aprenda como dar manutenção em seu computador com esta dica simples para não precisar mandar estranhos arrumarem seu computador e roubar seus dados

A realidade do mundo da informática é o seguinte, se o arquivo passou pelo HDD do seu computador, mesmo que você o apague e limpe a lixeira ainda há uma grande possibilidade de que se consiga recuperar este arquivo. Se o seu computador cair na mão de uma pessoa mal intencionada, você pode estar em apuros.

Como dissemos aqui no artigo [Caiu na net Carolina Dieckman] Dicas simples para não ter fotos íntimas expostas na net como a atriz Carolina Dieckman, o bom uso de um hdd externo, como explicado no artigo citado, já vai garantir mais de 90% da sua privacidade.

Mas meus amigos, nada é 100% garantido, como a atriz Carolina Dieckman disse em seu depoimento hoje na polícia, o mais certo é que um técnico que arrumou o computador da atriz tenha roubado as fotos íntimas da atriz e tentado chantagear Carolinha Dieckman com o envio destas fotos para a internet.

Mas existe sim uma boa maneira, alías, eu avalio como uma excelente maneira, de você manter sempre seu computador funionando muito bem, como um computador novo.

Esta maneira funciona mais facilmente se o seu computador for novíssimo, ou seja, você acabou de tirar ele da loja e ainda não o conectou à internet.

O que você vai fazer é instalar no seu computador os programas mais comuns que se precisa para um computador funcionar bem, claro, os programas que você precisa usar, instale um compactador de arquivos, instale o Office, codecs de áudio e vídeo para que seus filmes e músicas funcionem bem, e outros programas que você costuma usar, mas sem exageros.

Acabou de instalar tudo o que precisa, verificou se o computador está funcionando perfeitamente? Agora é hora de criar a mágica que vai livrar você de precisar enviar o seu computador para a assistência técnica.

O que você vai fazer é copiar essa instalação do Windows que está funcionando 100% para dentro do seu HDD Externo de uma maneira que quando o seu computador começar a dar problema de funcionamento, você vai fazer o inverso, pegar essa cópia do Windows que você fez no HDD Externo e copiar de volta para o seu computador, e ele vai voltar a funcionar daquela maneira que ele funcionava bem quando ele chegou para você e você instalou os programas e criou a cópia dele para o HDD Externo.

O programa que você vai usar para criar esta cópia boa do seu Windows, também conhecida como clone, é o Norton Ghost.

Procurei na internet e infelizmente não encontrei em nenhum lugar um tutorial do Norton Ghost que eu uso, em que ele funciona via pendrive tanto para criar a cópia do Windows como para recuperar.

Mas não tem problema, vou deixar um link aqui para um bom tutorial sobre o Norton Ghost e depois vou eu mesmo criar um tutorial em vídeo e coloco aqui para vocês.

Acessem o link a seguir para ver o tutorial do Ghost, e não deixem de compartilhar este artigo e curtir o facebook e o google plus do GPS.Pezquiza.com para ter acesso a muito mais conteúdo premium do nosso site.

Tutorial Criando e Restaurando Imagens do HD com o Norton Ghost

Fonte: http://gps.pezquiza.com/tecnologia/nao-caia-na-net-como-carolina-dieckman-aprenda-como-dar-manutencao-em-seu-computador-com-esta-dica-simples-para-nao-precisar-mandar-estranhos-arrumarem-seu-computador-e-roubar-seus-dados/#ixzz27OUoR9Em

PENDRIVE - Conserte as pastas que o Vírus transformou em links


Nos últimos meses os usuários de pendrives no Windows tem convivido com um vírus extremamente chato, Ele transforma as pastas contidas em seu pendrive em links o que dificulta o acesso aos arquivos e o uso dos pendrives em players de vídeo como televisões, blurays e outros.

Mas este problema tem conserto relativamente fácil, você recupera suas pastas e arquivos que ficaram ocultos no pendrive, e depois basta passar um antivírus que ele é removido totalmente do seu pendrive.
Veja como fazer abaixo.

Você tem que entender o mínimo de arquivos e drives do seu computador para executar isto.
Primeiro verifique qual é a letra de drive do seu pendrive, por exemplo drive D:

Abra o prompt de comando do Windows, também conhecido como CMD, basta ir no botão Iniciar > Acessórios > Prompt de Comando.

Acesse o drive do seu pendrive pelo prompt de comando, no nosso exemplo é D:, então digite como mostrado abaixo.
D:

Assim os comandos que você vai executar no prompt de comando passam a valer para o seu pendrive.
Agora mais um comando: del autorun.inf

Com isto você deleta o arquivo autorun.inf que é criado pelo vírus em questão e que faz o Windows executar o vírus toda vez que o pendrive é colocado no computador, mesmo que o windows diga que o arquivo não existe, prossiga com os comandos abaixo.
O próximo comando é: del /s /f /p *.lnk

Com este comando você está deletando todos os links criados pelo vírus, não se preocupe, os arquivos que estão dentro das pastas que seria dos links não serão deletados.
O último comando é:  attrib -R -S -H /S /D *.*

Este comando vai recuperar as suas pastas da maneira que elas eram antes de o vírus as atacar, com isto restora a organização anterior do seu pendrive ou disco externo.

Agora passe um antivírus no seu pendrive para se livrar de vez do problema, mas atenção, não são todos os antivírus que limpam este vírus, o mais indicado é o Kaspersky.

Fonte: GPS Pezquiza

Como fazer GPS capturar sinal do satélite mais rapidamente

O que fazer para que os GPS capturem mais rapidamente o sinal dos satélites ao serem ligados

A primeira vez em que você liga o seu GPS, após a compra, ele necessita baixar informações dos satélites de GPS para formar uma espécie de banco de dados que facilitam o funcionamento do aparelho em termos de localização.

Estas informações são conhecidas como almanaque de satélites GPS. Neste caso, o seu GPS está recebendo dados sobre onde estão localizados os satélites GPS de sua localização atual. Tendo baixados estas informaçõs, o seu GPS irá acelerar a localização dos satélites ao ser ligado, também conhecido como time-to-first-fix (TTFF).

Para que essas informaçõs sejam baixadas de uma forma eficiente, deixe o seu GPS ligado e sob um céu aberto, imóvel, durante 20 minutos.

O ideal é que você vai fazer isso na primeira vez que ligar o aparelho, mas pode ser feito a qualquer momento após o primeiro uso também.

Faça isto se você está percebendo que o seu aparelho demora muito tempo para conseguir captar o sinal dos satélites de GPS a cada vez que você liga ele.

Outra coisa que você pode fazer é, se tiver viajado para locais muito distantes com o seu aparelho, selecionar a opção Novo Local, existente em muitas marcas de GPS. Este recurso ajuda o aparelho a reorganizar os dados do almanaque, o que irá também ajudar a acelerar a localização do sinal do GPS.

sábado, 22 de setembro de 2012

Como descobrir o número do seu próprio celular

Parece coisa simples, mas muita gente não sabe o número do seu próprio telefone celular e na hora que necessita recarregar ou pré pago ou se depara com a simples pergunta; "qual é o seu número?", não sabe o que responder.

Foi por eu mesmo ter passado por uma situação destas que resolvi pesquisar alguns métodos de como descobrir o próprio número do celular, para que você não passe por esta situação constrangedora.

Veja abaixo alguns métodos de como descobrir o próprio número do celular:

- O método mais simples é este, ligue para 0800 643 0424 e vai falar o ddd e o numero do chip. detalhe vale para qualquer operadora inclusive para telefone fixo, mas algumas operadores não deixam fazer nem ligação gratuita se não tiver crédito no telefone.

- Outra opção é teclar *846# e teclar em chamar que irá aparecer o número. Telefones da Oi não aceitam este método.

- Se você tem Vivo ou Tim é fácil, é só ligar para o serviço de recarga fácil, *32245 e seguir as instruções como se quisesse fazer uma recarga.
O serviço vai dizer o número do seu telefone. Vale para Tim e Vivo, por enquanto.

- Teclar *222# também é uma opção.

Com isto você poderá recuperar o número do seu chip e voltar a usar seu celular.

Não saia deste artigo antes de compartilhar ele no facebook e no google plus e seus amigos ficarão agradecidos por esta excelente informação

Fonte: http://gps.pezquiza.com/informatica/como-descobrir-o-numero-do-seu-proprio-celular/#ixzz27Fw2LqTR

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Entrevista BOMBÁSTICA de Romário, à TV Record


- Você foi recebido com preconceito em Brasília?

Olha, vou ser claro para quem ler entender como as coisas são. Há o burro, aquele que não entende o que acontece ao redor. E há o ignorante, que não teve tempo de aprender. Não houve preconceito comigo porque não sou nem uma coisa nem outra. Mesmo tendo a rotina de um grande jogador que fui, nunca deixei de me informar, estudar. Vim de uma família muito humilde. Nasci na favela. Meu pai, que está no céu, e minha mãe ralaram para me dar além de comida, educação. Consciência das coisas... Não só joguei futebol.
Frequentei dois anos de faculdade de Educação Física. E dois de moda. Sim, moda. Sempre gostei de roupa, de me vestir bem. Queria entender como as roupas eram feitas. Mas isso é o de menos. O que importa é que esta sede de conhecimento me deu preparo para ser uma pessoa consciente... Preparada para a vida. E insisto em uma tese em Brasília, com os outros deputados. O Brasil só vai deixar de ser um país tão atrasado, quando a educação for valorizada.
O professor é uma das classes que menos ganha e é a mais importante. O Brasil cria gerações de pessoas ignorantes porque não valoriza a Educação. E seus professores. Não há interesse de que a população brasileira deixe de ser ignorante. Há quem se beneficie disso. As pessoas que comandam o País precisam passar a enxergar isso. A Saúde é importante? Lógico que é. Mas a Educação de um povo é muito mais.

- Essa ignorância ajuda a corrupção? Por exemplo, que legado deixou o Pan do Rio?

Você não tenha dúvidas que a ignorância é parceira da corrupção. Os gastos previstos para o Pan do Rio eram de, no máximo, R$ 400 milhões. Foram gastos R$ 3,5 bilhões. Vou dar um testemunho que nunca dei. Comprei alguns apartamentos na Vila Panamericana do Rio como investimento. A melhor coisa que fiz foi vender esses apartamentos rapidamente. Sabe por quê? A Vila do Pan foi construída em cima de um pântano. Está afundando. O Velódromo caríssimo está abandonado. Assim como o Complexo Aquático Maria Lenk... É um escândalo! Uma vergonha! Todos fingem não enxergar. Alguém ganhou muito dinheiro com o Panamericano do Rio. A ignorância da população é que deixa essa gente safada sossegada. Sabe que ninguém vai cobrar nada das autoridades.
 A população não sabe da força que tem. Por isso que defendo os professores. Não temos base cultural nem para entender o que acontece ao nosso lado. E muito menos para perceber a força que temos. Para que gente poderosa vai querer a população consciente? O Pan do Rio custou quatro vezes mais do que este do México. Não deixou legado algum e ninguém abre a boca para reclamar.

- Se o Pan foi assim, a Copa do Mundo no Brasil será uma festa para os corruptos...

Vou te dar um dado assustador. A presidente Dilma havia afirmado quando assumiu que a Copa custaria R$ 42 bilhões. Já está em R$ 72 bilhões. E ninguém sabe onde os gastos vão parar. Ningúem. Com exceção de São Paulo, Rio, Minas, Rio Grande do Sul e olhe lá...Pernambuco... Todas as outras sete arenas não terão o uso constante. E não havia nem a necessidade de serem construídas. Eu vi onze das doze... Estive em onze sedes da Copa e posso afirmar sem medo. Tem muita coisa errada. E de propósito para beneficiar poucas pessoas. Por que o Brasil teve de fazer 12 sedes e não oito como sempre acontecia nos outros países? Basta pensar. Quem se beneficia com tantas arenas construídas que servirão apenas para três jogos da Copa? É revoltante. Não há a mínima coerência na organização da Copa no Brasil.

- São Paulo acaba de ser confirmado como a sede da abertura da Copa. Você concorda?

Como posso concordar? Colocaram lá três tijolinhos em Itaquera e pronto... E a sede da abertura é lá. Quem pode garantir que o estádio ficará pronto a tempo? Não é por ser São Paulo, mas eu não concordaria com essa situação em lugar nenhum do País. Quando as pessoas poderosas querem é assim que funcionam as coisas no Brasil. No Maracanã também vão gastar uma fortuna, mais de um bilhão. E ninguém tem certeza dos gastos. Nem terá. Prometem, falam, garantem mas não há transparência. Minha luta é para que as obras não fiquem atrasadas de propósito. E depois aceleradas com gastos que ninguém controla.

- O que você acha de um estádio de mais de R$ 1 bilhão construído com recursos públicos. E entregue para um clube particular.

Você está falando do estádio do Corinthians, não é? Não vou concordar nunca. Os incentivos públicos para um estádio particular são imorais. Seja de que clube for. De que cidade for. Não há meio de uma população consciente aceitar. Não deveria haver conversa de politico que convencesse a todos a aceitar. Por isso repito que falta compreensão à população do que está acontecendo no Brasil para a Copa.

- A Fifa vai fazer o que quer com o Brasil?

Infelizmente, tudo indica que sim. Vai lucrar de R$ 3 a R$ 4 bilhões e não vai colocar um tostão no Brasil. É revoltante. Deveria dar apenas 10% para ajudar na Educação. Iria fazer um bem absurdo ao Brasil. Mas cadê coragem de cobrar alguma coisa da Fifa. Ela vai colocar o preço mais baixo dos ingressos da Copa a R$ 240,00. Só porque estamos brigando pela manutenção da meia entrada. É uma palhaçada! As classes C, D e E não vão ver a Copa no estádio. O Mundial é para a elite. Não é para o brasileiro comum assistir.

- Ricardo Teixeira tem condições de comandar o processo do Mundial de 2014?

Não tem de saúde. Eu falei há mais de quatro meses que ele não suportaria a pressão. Ser presidente da CBF e do Comitê Organizador Local é demais para qualquer um. Ainda mais com a idade que ele tem. Não deu outra. Caiu no hospital. E ainda diz que vai levar esse processo até o final. Eu acho um absurdo.

- Muito além da saúde de Ricardo Teixeira. Você acha que pelas várias denúncias, investigações da Polícia Federal... Ele tem condições morais de comandar a organização Copa no Brasil?

Não. O Ricardo Teixeira não tem condições morais de organizar a Copa. Não até provar que é inocente. Que não tem cabimento nenhuma das denúncias. Até lá, não tem condições morais de estar no comando de todo o processo. Muito menos do futebol brasileiro... A África apresentou há alguns meses atrás o resultado final da Copa do Mundo: deu prejuízo e grande. Agora é a vez do Brasil. Fifa, CBF, políticos e os empreiteiros vão ganhar muito dinheiro.

Quem teve a idéia de promover, o evento em nosso país, alguém sabe?

*Parte de entrevista do ROMÁRIO ao jornalista Cosme Rimoli - TV Record .

Fonte: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=432325953469738&set=p.432325953469738&type=1&theater 

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Carta Aberta à Redação da Revista Pais & Filhos

Imagem: arquivo pessoal. Proibida a reprodução sem autorização.

Foi com pesar e preocupação que lemos a matéria “É papinha, sim”, no site da Revista Pais & Filhos. Revestida de uma campanha para abolir a culpa materna, vocês colocam no ar uma campanha da papinha industrializada – que, “coincidentemente”, no Brasil, é monopólio de uma única empresa, tradicional e transnacional – e passam a matéria toda induzindo as mães a darem a seus bebês, “para se livrarem da culpa”. Claro, assim não precisa nem citar a marca, porque só tem uma e todo mundo, até quem não consome, já conhece. Mas vocês, sim, precisam informar ao leitor que isso é anúncio.
“É papinha, sim” é publicidade disfarçada de jornalismo. Daquelas em que a pauta sai pronta da agência e vai para a redação apenas para que vocês encontrem uma personagem adequada, que diga o que os anunciantes querem ouvir. Neste caso, uma personagem que não sabe cozinhar e, mesmo tendo empregada – e esta cozinha para a filha mais velha da personagem -, prefere dar papinhas industrializadas à filha. Congelados, papinhas caseiras delivery, marmita, comida da avó, da diarista e outros não são opções na matéria, sequer são citadas.

Além da matéria citada, percebemos que a Revista tratou de organizar eventos com mães e blogueiras convidadas – ou que se inscreveram pelo site – para, que surpresa, falar sobre a papinha e prrsenteá-las com unidades da marca que detém o monopólio no Brasil. Se restava alguma dúvida de que era um evento publicitário, não resta mais. O site da revista e os blogs das convidadas estão cheios de fotos de bebês comendo papinhas da patrocinadora do evento, da campanha, da matéria e, pelo visto, de toda a publicação.

Isso, além de publicidade velada, é um desserviço social. Soa como uma sabotagem para as mães que, mesmo trabalhando oito ou mais horas fora de casa e encarando jornadas duplas ou triplas com os filhos, se esforçam para dar-lhes uma comida saudável (seja preparada por ela, pelo marido, pela empregada ou mesmo por uma fornecedora). A gente se esforça tanto para criar bons hábitos alimentares nos nossos filhos e vem a maior revista sobre criação de filhos do Brasil colocar isso por água abaixo, ao dizer que tudo bem dar a papinha industrializada no dia-a-dia.

A matéria não fala de viagens, passeios longos ou imprevistos, fala de situações cotidianas, em que a mãe, por sinal, está em casa com a criança. “Não ter tempo” e “estar sem cabeça” são, cada vez mais, situações banais nas vidas das mães, que a revista explora até a última instância, para vender a ideia de que a papinha industrializada não faz mal à saúde.

O recado que é passado é: afinal, quem tem tempo “sobrando” para coisas “menores”? Se cozinhar para os filhos (e quem disse que esta é função exclusiva das mães?) é mostrada pela revista como uma tarefa menor, as mães não se sentem encorajadas a fazê-lo. Mas, com ou sem papinhas industrializadas, os bebês crescem e logo precisam comer a comida da família (desde que ela seja saudável, claro), esta também é uma recomendação pediátrica e do Ministério da Saúde que não foi citada na matéria.

A matéria reitera a todo instante que a papinha não tem conservantes e que por isso mesmo pode ser consumida sem culpa (claro, a luta contra a culpa vira desculpa para o desleixo ) e, pior, sem questionamento. Mas não cita que a quantidade de seus componentes não está clara nos rótulos, não explicam o que é e, principalmente, como isso pode afetar a saúde dos bebês. Se é para falar exatamente o que a fabricante das papinhas quer ouvir, sem questionar ou ir além, melhor não escrever uma matéria, e sim um release – e deixar isso bem claro aos receptores da mensagem.

Ora, mas se todas nós sabemos que as papinhas industrializadas são mais caras que fazer comida em casa e, não, não são a mesma coisa, além de não serem recomendadas para o consumo diário, por que vocês não se esforçam para sair da pauta pronta e mostram outras opções? Há muita coisa entre a mãe que cozinha todos os dias alimentos orgânicos para seus filhos e a mãe que dá papinha industrializada diariamente, como a citada por vocês, concordam?

Mas o jornalismo (?) anda cada vez mais preguiçoso, procurar personagens para ampliar o espectro estava fora de questão. Ou será que é a publicidade que está cada vez mais sagaz e acha que, se a coisa for colocada em forma de matéria, com legitimação de uma jornalista e uma pediatra, a coisa fica mais aceitável?

Infelizmente, para nós, mães e consumidoras, as duas premissas estão certas. A Pais & Filhos praticou um jornalismo negligente e que desinforma. E a agência de publicidade deve estar comemorando o sucesso da campanha das suas papinhas, quer dizer, das mães sem culpa. E não acabou por aí, já que a cada mês a campanha traz um novo evento com mães convidadas. Para acompanhar o recente evento sobre amamentação, uma matéria sob encomenda para recomendar também o uso da fórmula infantil. Bancos de leite sequer são citados. E, com isso, todos os esforços para uma maternidade responsável e sustentável (que a Revista diz ser um de seus pilares – quanta ironia!) se esvaem.

Jornalistas são formadores de opinião e têm – ou deveriam ter – responsabilidade social com o que publicam. Não vemos responsabilidade alguma neste texto. Ele dá o aval para que as mães ofereçam a papinha industrializada diariamente aos seus filhos, afinal, “a revista diz que não faz mal”. Não importa se a médica consultada pela revista diga que é para situações eventuais, pois o resto do texto todo diz que pode-se dar, sem culpa, sempre que estiver sem tempo ou “sem cabeça”. Ou seja, pode ser todo dia.

Por fim, lamentamos muito que esta matéria tenha saído no site da revista de parentalidade mais antiga do Brasil e gostaríamos que vocês deixassem claro para os seus leitores o que é jornalismo, o que é anúncio. Se, numa hipótese pouco provável, este anúncio não foi pago pela empresa que fabrica as papinhas e vocês o fizeram porque estão em busca de anunciantes, tanto pior. Sugerimos que façam prospecção diretamente com a agência de publicidade, não usem uma matéria para isso. Porque aqui não é questão de opinião, é questão de saúde das nossas crianças, de criação de bons hábitos alimentares, de apresentar um modelo de conduta para nossos filhos, que aprendem sempre pelo exemplo, não há outro meio.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Downloads feitos pelo BitTorrent podem ser identificados em apenas três horas


Empresas monitoram pessoas que baixam vídeos e músicas ilegalmente, diz estudo

Segundo pesquisa, downloads feitos pelo BitTorrent podem ser identificados em apenas três horas

Qualquer pessoa que baixe filmes ou músicas no BitTorrent, uma popular ferramenta de compartilhamento de arquivos, tem grandes chances de estar sendo monitorada, de acordo com um estudo feito pela Universidade de Birmingham, na Grã-BRetanha.

Os pesquisadores descobriram que qualquer download feito pela ferramenta, que é ilegal em diversos países, pode ser identificado por uma agência de monitoramento em apenas três horas. Eles se disseram "surpresos" pela escala de pessoas vigiadas.

Detentores de direitos autorais de músicas ou filmes podem usar esses dados para identificar usuários que estejam fazendo esses downloads ilegais.

A pesquisa durou três anos e foi desenvolvida por uma equipe de especialista em computação, que desenvolveram um software que agia como um usuário do BitTorrent e registrava todas os compartilhamentos realizados.
Sem distinção

Os registros mostraram que o monitoramento não fazia distinção entre usuários que baixavam um grande volume de arquivos e os que eram novos no site.

"Você não precisa ser um usuário recorrente (para ser vigiado). Alguém que baixa um único filme pode ser monitorado também", disse Tom Chothia, que coordenou o estudo.

"Se o arquivo estiver entre os cem mais baixados, é vigiado em poucas horas. Alguém vai perceber e começar a gravar."

A pesquisa revelou que conteúdos menos populares também eram monitorados, porém em uma frequência bem menor.

O estudo identificou cerca de 10 diferentes empresas de monitoramento registrando os conteúdos, entre elas organizações que verificam o cumprimento de direitos autorais, firmas de segurança e até outros laboratórios de pesquisa.

No entanto, seis daquelas com monitoramento em maior escala foram mais difíceis de identificar, já que as empresas responsáveis usaram firmas terceirizadas para fazer as pesquisas por elas.
Marketing

Segundo Chothia, não se sabe por que essas empresas estariam interessadas em uma quantidade de dados tão grande.

"Muitas empresas estão simplesmente sentando sobre os dados. Esse tipo de monitoramento é fácil de fazer, e os dados estão lá, então elas pensam que é melhor coletá-los, já que podem ser valiosos no futuro", disse o pesquisador.

Algumas empresas supostamente responsáveis por monitoramento em larga escala foram acusadas de vender os dados a detentores de direitos autorais para ações de marketing.

"Os dados mostram que tipo de conteúdo é popular, e onde", disse Chothia.

O estudo também revelou que as chamadas blocklists, sistemas usados por aqueles que compartilham arquivos ilegalmente para evitar que seus computadores sejam rastreados, podem ser inúteis.

"Muitas das empresas que encontramos fazendo monitoramento não estavam nas blocklists, ou seja, as medidas para evitar o monitoramento não estão realmente funcionando", disse Chothia.
Ações judiciais

Alguns detentores de direitos autorais na Europa e nos EUA estão usando endereços de IP coletados por empresas de monitoramento para buscar ações judiciais que obriguem provedores de internet a entregar os endereços físicos associados a eles.

Esses detentores de direitos autorais estariam, então, escrevendo aos indivíduos buscando recompensas ou avisando da possibilidade de ação judicial.

Chothia, porém, duvida que provas coletadas dessa maneira possam ser usadas nos tribunais.

Alguns advogados concordam com o pesquisador e também duvidam que provas coletadas de um endereço de IP possam ser usadas em tribunais, já que esses endereços identificam a conexão de internet usada e não um indivíduo em particular.

Fonte: http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/09/120904_bittorrent_monitorado_ac.shtml

Relatório completo sobre seu perfil no Facebook

 Aplicativo monta relatório completo sobre seu perfil no Facebook
O sistema de busca inteligente Wolfram Alpha agora permite que você descubra tudo sobre o seu perfil no Facebook.

Com a ferramenta, é possível saber, por exemplo, que a postagem de links domina de longe minhas atividades na rede social e que alguns dos meus amigos tem mais de 104 anos - e são mentirosos, já que a usuária mais velha do Facebook tem 101 anos.

Além disso, o Wolfram Alpha, que é utilizado pelo assistente Siri, da Apple, mostra gráficos e tabelas detalhados com informações sobre quais a minhas fotos mais comentadas e "curtidas" e quais os amigos que mais comentam e compartilham links na sua timeline.

O relatório gerado também separa seus amigos por gênero, idioma, país de moradia, maior números de amigos em comum, entre outras informações. A operação toda leva apenas alguns minutos.

Para conhecer tudo e mais um pouco sobre seu perfil e atividades na maior rede social do mundo, basta acessar o site do Wolfram Alpha e digitar "Facebook report" no campo de busca. Vale notar que o conteúdo gerado está todo em inglês.
woldramalphafacebook01.jpg
__._,_.___