Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Índio quer Android, se não der pau vai comer

Mostrando mais competência do que muitos governos por aí, no mês passado a tribo amazônica Surui conquistou o direito de vender, pelas próximas três décadas, compensações de carbono no mercado global, tornando-se os primeiros brasileiros a ganharem certificados emitidos pela Verified Carbon Standard e Climate, Community and Biodiversity Gold Standard.
Para atingir tal façanha os nativos contaram durante quatro anos com a colaboração de uma equipe do Google Earth e com a utilização de celulares Android para monitorar os níveis de emissão de carbono em suas terras. Com os dados coletados, foi enviado uma proposta para a Rainforest Alliance, que aceitou o pedido.

Os compradores dessas compensações serão empresas que emitem gases (dióxido de carbono) na atmosfera, seja através de produção de eletricidade, fabricação ou transporte.
Não se trata apenas da redução absoluta de gases causadores do efeito estufa, há um benefício social neste projeto. Se você pode comprar compensações de carbono, a tribo quer que aprenda sobre sua cultura, antes de optar pela compra,” declarou Rebecca Moore, diretora do Google Earth Outreach.

É, foi-se o tempo em que os índios protegiam suas terras e costumes apenas com arcos, flechas e rituais pagãos



Por: em 11/06/12 na(s) categoria(s): Celular, Google, Planeta Sem Fio
Fonte: MeioBit

Nenhum comentário: